9 dicas para cuidar das plantas (sem gastar nada)

 In Plantas

Outro dia estava cuidando das plantas daqui de casa e isso me fez pensar no quanto essa atividade pode ser prazerosa e útil em tempos de quarentena.
Tive vontade de falar à respeito, de ajudar quem não tem habilidades com as verdinhas, ensinar um pouco do que sei, mas não poderia indicar nada que as pessoas precisassem sair de casa para comprar.
Então comecei a rascunhar uma lista de coisas que dá pra gente fazer pelas nossas verdinhas sem gastar nada, só usando os recursos que podemos ter em casa, e nesse exercício pessoal juntei 9 dicas simples que compartilho com vocês nesse post.

9 dicas para cuidar das plantas (sem gastar nada)

1- tirar e guardar folhas secas
Opa, não estou dizendo para ir arrancando toda folha velha e seca que encontrar na sua planta.
Antes de qualquer coisa, observe se são apenas algumas folhas secas ou se as folhas estão primeiro mudando de cor e depois ficando secas. Se for uma ou outra, pode cortar porque faz parte do ciclo da folha. Se estiver numa crescente, ou seja, a planta parece estar ficando toda seca, pode ser de falta de água até praga. Nesse caso não está errado cortar, porém se você não entender o que está acontecendo, você pode ajudar a matar a planta ao invés de ajudá-la.
E por que é importante retirar as folhas secas? Porque a planta está mandando energia para folhas que não precisam dela porque já morreram.
Retirou folhas secas da sua planta ou tem uma árvore na sua rua? Certifique que não tem nada estranho nelas (como presença de fungo por exemplo) e guarde em um saquinho (não feche totalmente), elas servem tanto para ajudar a proteger o solo contra perda de umidade (colocado por cima, para plantas que ficam em área externa, dentro de casa pode mofar a planta), como para deixar a terra com mais drenagem (se misturadas com o composto na hora do plantio).

2- tirar a poeira das folhas
Tem folhagem que fica toda empoeirada (principalmente se cultivada em ambientes internos, que não pega chuva), mais do que uma questão de aparência e limpeza, retirar essa camada de pó ajuda a planta a melhorar a fotossíntese dela. Apenas umedeça um pano ou papel toalha e passe delicadamente.

3- deixar a água da rega “descansando” 24hs
Parece esquisito, não é? Mas tem muitas plantas que são sensíveis a temperatura que sai da torneira ou até mesmo ao cloro presente na água. O Cloro é um micronutriente que a planta necessita, mas em excesso prejudica a planta. Mas, você não precisa dar água mineral para sua planta e nem sair fervendo a água, desnecessário. Quando você deixa água da torneira 24hs em um recipiente, o cloro (que é mais volátil) evapora e sua planta agradece. Em casa eu deixo exatamente como na imagem abaixo, em cima da pia numa jarra e conforme uso vou repondo.

4- cultive planta na água
Não vem me falar que dá dengue porque se você fizer certinho, não dá! Não precisa colocar água sanitária nem fertilizante. É só trocar água toda semana. Gente, é mágico ver as raízes crescendo. A planta que mais tive sucesso fazer esse cultivo na água foi a jibóia, mas atualmente tenho uma peperômia que deu certo assim também e já tive uma monstera adansoni cultivada na água (infelizmente ela morreu após colocar fertilizante na água, por isso, não aconselho fazer isso).

5- aprender o nome científico da planta
Mas como? Simples, baixando um app que reconhece espécies de planta por meio de fotos.
E pra que isso? Pra parecer entender do assunto, uai! Hahaha… Brincadeira…
O nome científico da planta ajuda você a entender melhor como cuidar dela. Por exemplo, você vive ouvindo por aí que suculentas não precisam de tanta água e gosta de sol. Essa é uma meia verdade. Geralmente as suculentas são de regiões secas/áridas onde tem muito sol, por isso elas tem o poder de reservar água dentro delas, e por isso não precisam de muita rega. Porém… Existem suculentas que são de meia sombra, ou seja, gostam de sol ameno e precisam de um pouco mais de umidade.
Como vou saber isso? Nome científico faz milagres! Aliás, poderia acabar as dicas por aqui! rs
Ah… Eu uso o PlantSnap, para mim funciona bem, mas tem muitos outros apps que fazem isso.

6- mudar a planta de lugar
Mas só se ela parece estar diferente, ficando “doente”. Às vezes pode ser sol excessivo, falta de luminosidade, vento… Daí se você souber o nome científico e pesquisar, pode ser que a solução seja simplesmente mudar a planta de local. E estando dentro de casa você pode observar as particularidades de cada cômodo e quantidade de luz que tem entrado em determinados horários.

7- reproduzir suculentas e outras plantas
Um dia você pode ter uma coleção de vasinhos na sua janela, ou presentear com muito significado com plantinhas que você reproduziu e cultivou.
Mas como se não posso sair de casa?
Por exemplo, se você tem uma suculenta em casa, você observará que algumas folhas acabam caindo (pode acontecer do seu gato esbarrar nelas, ou até mesmo vento se ela fica na varanda/janela), pega essas folhas e simplesmente coloque elas sobre qualquer vaso, não precisa “afundar”, só para deixar lá mesmo, com o tempo essas folhas vão formar raízes e darão filhotes, daí quando você puder, arruma um vasinho mais adequado.

8- remover cochonilhas
Não é difícil de reconhecê-las. Na maioria das vezes elas aparecem nas plantas como se fosse um algodão grudado nela ou pequenos pontos com relevo marrom. Ou seja, cochonilha algodonosa ou com carapaça.
Tanto uma quanto a outra você pode tirar mecanicamente, mas pode não ser suficiente. A algodonosa pode ser tratada com uma calda feita com água e detergente neutro, a de carapaça com óleo de cozinha e haste de algodão.
É um saco tratar cochonilha, mas estando em casa você pode fazer um intensivão para ajudar a recuperar sua planta. Aliás, deixe ela de quarentena em algum lugar da casa onde não poderá contaminar outras plantas, entenda melhor como as cochonilhas funcionam com os vídeos do canal Cultivando do Gaspar Yamasaki no YouTube.

9- fazer adubo orgânico
Cuidado, não vai pegar qualquer resto de alimento e colocar na planta! Adubo é coisa séria! O exagero pode ser fatal e o uso errado (desculpe a sinceridade) pode dar merda.
E o que é exagero fazer com o que temos em casa? Por exemplo, pegar toda borra de café que você toma e jogar nas plantas. Ou jogar toda casca de ovo na planta. Quem disse que sua planta precisa disso?
Só por que é orgânico não significa que é bom para sua planta. Por exemplo, café tem muito nitrogênio (e outras substâncias), se sua planta não estiver precisando desse macronutriente daqui a pouco sua planta pode responder ficando doente… Sim, você estragou a saúde da sua planta!
Dá para fazer alguns adubos caseiros, mas antes saiba reconhecer do que sua planta precisa de fato. A Carol Costa tem uma receita de adubo orgânico bem legal no canal Minhas Plantas do YouTube.

Bom, essas são minhas dicas para você cuidar das suas plantas sem gastar e sem precisar sair de casa, só com o que você já deve ter ao seu alcance, tem alguma dica extra? Comenta aqui ou envie no Instagram @ateliecatorze.
Fiquem bem e fiquem em casa!
Abs

Josi/ Ateliê Catorze

 

Recent Posts
0

Cadastre-se e ganhe 20% OFF em sua primeira compra.




    Holler Box